sexta-feira, 22 de abril de 2016

Oh My Vênus (K-Drama)

Annyo chingus hoje venho com a volta do DD e com uma resenha muito especial para mim, a resenha do meu 100º dorama \oo/, Oh My Vênus marcou o meu 2015 e hoje trago a resenha dele para vocês.
Título: Oh My Venus 
Também conhecido: O Mai Bineoseu
Gênero: Comédia, Romance
Total de episódios: 16
Canal: KBS2
Diretor: Kim Hyung Suk
Roteirista: Kim Eun Ji

Sinopse:
Kim Young Ho é um personal trainer para estrelas de Hollywood. Embora ele venha de uma família rica, ele sofreu um dano devastador em sua infância. Agora, ele tenta superar seus problemas com paciência e obstinação. Kang Joo Eun é uma advogada de 33 anos de idade. Ela tem lutado para sustentar a sua família. Agora, Kang Joo-Eun está acima do peso e não tem nenhum atrativo em seu visual.

Resenha:
Depois de tanto tempo longe de vocês finalmente consegui voltar com muitas saudades e resenhas acumuladas... E como disse no começo do post essa resenha é uma das mais especiais do blog nesses dois anos. Oh My Vênus foi um dorama memorável de 2015 e mais ainda, porque foi o meu 100º dorama. Espero que curtam o post, afinal acabei enferrujando nesses três meses sem escrever nada. Então espero que compreendam.
Kim Young Ho, nosso mocinho lindo, maravilhoso e perfeito. Tem mais alguma definição para ele que eu acabei esquecendo? Meu primeiro contato com esse mocinho foi excepcional, amei ele de cara, afinal quem não amaria o Ji Sub de cara né? Young Ho é filho de um grande conglomerado, mas não vive como um chaebol mimado, pelo contrário ele nem liga muito para a sua fortuna.
Como dito na sinopse nosso mocinho é um famoso personal trainer de algumas estrelas de Hollywood, conhecido com John Kim. Ele acaba voltando para a Coréia a pedido de sua avó, e em seu vôo Young Ho ajuda a advogada Kang Joo Eun que não passava muito bem.
So Ji Sub, o ator que tanto amo, sou mega suspeita para opinar encima do Ji Sub, afinal todos que me acompanham sabem o quão surtada eu sou por Master’s Sun. E não foi diferente com Oh My Vênus até por motivos óbvios de Ji Sub. Amei a atuação dele novamente, ele tem todo uma aparência forte e meio ríspida, se assim podemos dizer, mas ele acaba me surpreendendo a cada drama, afinal o Young Ho era forte, mas ao mesmo tempo tão fofo e carismático.
Kang Joo Eun, a personagem que fez a minha mente em 2015. Sério eu amei de todas as formas essa advogada carismática, fofa que era forte e tinha uma auto estima lá encima. Quando adolescente Joo Eun era a sensação da sua terra natal, conhecida como a Vênus de Daejun, porém depois de alguns anos ela acabou ganhando muito peso e já não era vista mais como a mesma. Tanto que seu namorado, que já estava com ela a mais de 15 anos, acabou a deixando dizendo não estar mais apaixonado pela mesma.
Joo Eun, conhece Young Ho, como já foi dito, e pede ao treinador que a faça perder alguns quilos para sua própria saúde, mas principalmente para vingar-se de seu ex, que a trocou por outra.
Shin Min Ah, amo demais essa atriz, sempre fazendo papéis significativos e engraçados. Com toda certeza foi uma excelente escolha ao drama. Afinal ela e o Ji Sub souberam fazer uma comédia romântica mais madura com muito menos mimimi do que já estamos acostumados.
Im Woo Sik, o ex-namorado da nossa mocinha, no começo eu não entendia muito qual era a dele, dizia amar a Joo Eun, mas a trocou por outra, porém ainda continuava a perseguir a sua ex e fazia sofrer a moça a qual ele se dizia apaixonado. Passei um bom tempo não gostando dele, mas sei lá depois de um tempo tudo passou e ele não me parecia assim TÃO FDP. Talvez a impressão que eu trouxe do ator em Birth of a Beauty colaborou MUITO para essa antipatia.
Oh Soo Jin, não podemos a chamar de antagonista, pelo menos eu acho, tudo bem que no começo ela pareceu bem perversa e má, mas com o decorrer dos episódios você descobre o motivo qual a levou a fazer tudo. Não que seja plausível, mas deu uma amenizada na aparência de megera dela.
Personagens que me cativaram além:
Jang Joon Sung, é um amigo do Young Ho que veio com ele dos Estados Unidos, ambos se conheceram lá, ainda quando Joo Sung vivia como um deliquente e o nosso mocinho o salvou dessa vida e o transformou em um renomado lutador. Esse personagem tem mais histórias do que pensamos.
Kim Ji Woong, meu personagem preferido do elenco de apoio, sério o Henry me surpreendeu com a sua atuação fofa e engraçada. O personagem caiu como uma luva para o garoto mega talentoso, amei forte ele. Não apostei muito no seu personagem, mas fui surpreendida.
Como todo bom filho de conglomerado, Young Ho também tinha o seu secretário, Min Byung Wook trazia certa leveza a toda aquela seriedade da família do nosso mocinho. Mesmo ele sendo fechado e apático, curti mais ainda o personagem por não se meter muito na vida do nosso mocinho.
Lee Hyun Woo, era a amiga mais proxima que a nossa mocinha tinha, ela não ganhou muito espaço no dorama, mas foi o suficiente para equilibrar o clima do enredo. Amava ver ela shippando a sua amiga com o “Treinador Gostoso”.
Jang Yi Jin, umas das personagens mais icônicas do dorama, ela era uma atriz muito famosa na Coréia, mas acima de tudo era uma fã louca pelo nosso querido lutador Joon Sung. A garota fazia de tudo para se aproximar do lutador frio e sério.
O romance foi a melhor coisa que eu pude presenciar em Oh My Venus, sério a química do casal era demais pra mim, amava ver aqueles dois juntos, e para completar o romance não foi daqueles enrolados e blá blá blá, quando o nosso mocinho se vê caidinho pela Joo Eun ele se declara, simples né. O maior ponto forte desse dorama é claro.
Mas não podemos falar apenas do casal principal, shippei horrores o lutador Joo Sung com a atriz maluca Yi Jin, talvez shippei mais esse casal do que o principal, porque esses dois estavam difíceis de desenrolar.
O enredo parece clichê e é no final das contas, não vou negar, mas tem algo a mais que te prende a tudo isso, que é o casal principal. No primeiro episódio eu juro que assemelhei horrores Oh My Venus a Birth Of a Beauty, talvez pelo enredo mocinha gordinha sendo largada pelo mesmo ator de BOAB. Mas depois que tudo foi acontecendo percebi a verdadeira essência de OMV e não queria mais nem saber de comparar os dois.
O final foi daquele jeitinho clichê que todos amamos, beijinhos pra lá, abracinhos pra cá, casais ficando juntos e muita, mas MUITA felicidade. Podemos dizer que Oh My Venus foi um dorama 10/10 no quesito comedia romântica.
O drama tem online no Viki.
Minha ost preferida como vocês viram foi Beautiful Lady – Jonghyun (SHINee) >w<
Então pessoal essa foi a primeira resenha de tantas que ainda estão em atraso, espero que tenha ficado boa, porque a ferrugem está forte *risos*. Beijinhos e até a próxima (>>*-*)>>

Leia também!

Oh My Vênus (K-Drama)
4/ 5
Oleh

1 comentários:

Tulis comentários
avatar
quinta-feira, maio 11, 2017

Eu amoooo esse dorama :)Já até falei sobre ele no meu blog...É incrível!

Reply