domingo, 11 de dezembro de 2016

Retrospectiva Doramas 2016

Annyo chingus...É parece que 2016 realmente chegou ao seu fim e como tradição do DD, estou aqui para fazer a minha retrospectiva doramática de 2016. Esse ano foi o ano que eu mais me dediquei a outros gêneros, deixando um pouco de lado as comédias românticas, mas claro não as esquecendo *risos*. Felizmente 2016 conseguiu me deixar ainda mais eufórica com relação a escolha do meu TOP 15... Eu pensei que não ia conseguir separar os meus queridinhos, mas cá estou, como sempre digo pode ser que a minha lista não seja a de vocês, porém fiz com carinho e espero sinceramente que vocês curtam bastante. Então, come on chingus!
TOP 15
Another Oh Hae Young era para estar pelo menos no meu TOP 10, por se tratar de uma comédia romântica e tudo aquilo que eu amo. Porém o drama tinha um fraco, o seu enredo que era para ser algo bem original e até que legal de se acompanhar, tornou-se maçante e cansativo. Eu sinceramente amei tudo mesmo nesse dorama, desde os personagem principais aos secundários, não tinha uma coisa sequer que me incomodasse. Os beijos eram maravilhosos e a química entre a Hyun Jin e o Eric, OMG tem como não concordar com isso? Fora que a Hyun Jin, atriz que se revelou para mim apenas nesse drama, acabou me conquistando, tanto que já estou assistindo "Romantic Doctor Teacher Kim". O problema desse drama como eu disse, foi realmente o seu enredo, o romance que poderia não ser tão difícil, ou até mesmo a questão das visões sobre o futuro do mocinho, não foram usados a favor do dorama, só ajudou a ficar cada vez mais confuso. Se não fosse esse ponto, o drama seria 11/10, porque potencial o tvN tem e muito quando se trata de comédias românticas inovadoras "Marriage, Not Dating" esta aí como prova. 
Se preparem porque a retrospectiva desse ano não se resumiu apenas aos K-Dramas e My Amazing Boyfriend esta aqui para provar. O drama é mais uma comédia romântica que eu estou acostumada, bobinha, sem lá muitas surpresas, mas que vale cada segundo. Esse foi o meu primeiro C-Drama e como dito não se trata de uma super produção, My Amazing Boyfriend é um drama inspirado em "My Love from the Star", por tanto quem assistiu o drama coreano, vai identificar muitos pontos em comum entre ambos. O que me fez colocar esse drama aqui? Pois bem, eu não sei explicar ao certo, afinal o drama é tão normalzinho, mas me viciou de tao maneira, que eu não poderia retirar ele dos meus melhores do ano. Não teve nada o que reclamar desse dorama, tanto que eu estou no time que esta no aguardo da segunda temporada desse dorama. Vamos sonhar um pouco, vai que se torna realidade *risos*.
Tá pessoal eu confesso... Eu separei do 11 ao 15 lugar para as comédias românticas. Desculpa foi mais forte que eu *risos*, mas vamos focar aqui em Beautiful Kong Shim, um drama que me surpreendeu muito, por trazer uma nova face do talentoso Goong Min, que me surpreendeu muito na interpretação do seu Dan Tae. E a maravilhosa Min Ah, que além de uma ótima cantora se mostrou muito talentosa nas telinhas, interpretando uma personagem fofa, ingênua, porém bem única, vamos dizer que a moça soube dar o seu toque especial nessa personagem.
Let's Fight Ghost teve duas coisas que eu não dispenso de jeito nenhum. Primeiro, o gênero comédia romântica misturado com o sobrenatural. Segundo, a Kim So Hyun. Desde que conheci essa atriz eu assito o que ela faz e eu não poderia deixar de acompanhar Let's Fight, até porque foi um drama gostosinho de se assistir. Bem clichê comparado a muitos desse ano, mas é aquilo, eu não dispenso um clichê de jeito nenhum e por mais igual que o drama pareça ele sempre vai ter um toque especial. E o toque desse drama foi a sua veia mais cômica e descontraída, seja por parte dos protagonistas ou até mesmo dos secundários, que convenhamos deram um show como a dupla hilária da trama.
11º Weightlifting Fairy Kim Bok Joo
Esse chegou no finzinho do segundo tempo e ainda não acabou, mas já posso expressar com toda a certeza o meu carinho por esse drama. Sinceramente eu não esperei muito de Fairy Kim Bok Joo, porém ele me trouxe uma sensação muito boa de outros dramas escolares, como "Sassy Go Go", por ter um toque divertido e bem irrelevante. Fora os protagonistas da trama, ambos são muito carismáticos, a Bok Joo com sua inocência e fofura e o Joon Hyung super infantil e descontraído. Vou colar esses dois no meu coração para sempre. Só espero que eu não me arrependa depois de ter colocado esse drama aqui antes de ter acabado, todavia eu estou sentindo que ele ainda promete cumprir a sua proposta de drama escolar.
O drama que fez a cabeça de 90% dos dorameiros de plantão, normalmente eu sou a "ovelha negra" desse rebanho e consequentemente não foi diferente aqui. Eu admiro demais Descendants, mas não foi o que mais me marcou, apesar de conter uma filmografia linda o enredo foi fraco. É um romance... Simples! Não tinha o que descrevesse diretamente o dorama a não ser a palavra "romance". Os personagens foram fantásticos e não quero nem entrar em mérito com o Jong Ki, porém para a blogueira que vos fala faltou um "Q" a mais, o tempero especial de Descendants.
Doctors
Nesse 2016 eu não poderia deixar de lado Doctors, o maravilhoso drama da nossa querida Park Shin Hye, esse ano não teve muitos dramas médicos emblemáticos e que me marcaram. O único mesmo foi Doctors, por conta da rainha que esfregou na cara de todo mundo aí o seu talento nato. A Hye Jung foi talvez uma das melhores personagens da carreia da Shin Hye e que venham muito mais desafios para a nossa amada, afinal quem aí não se interessaria em ver a Hye como uma antagonista no futuro? Eu confesso que depois de Doctors estou sonhando muito com isso *risos*.
Monster
Um drama de 50 episódios que rendeu muito pano para manga para a blogueira que vos fala. Monster é um drama de vingança, com uma temática forte e cheia de reviravoltas, o que realmente valeu os seus 50 episódios, porém que ninguém assistiu. Normalmente dramas mais longos assim são realmente ignorados, afinal quem assistiria algo tão longo não é? Aos que tem um pouco mais de paciência eu ressalto, Monster tem o mesmo roteirista de "Empress Ki", sim aquele drama de época maravilhoso que todos conhecemos. Com isso vocês vão ver vários toques e nuances do escritor no drama aqui em questão.
Jackpot
Jackpot marcou a volta do Geun Suk às telinhas e felizmente foi um dos melhores dramas épicos de 2016, também com um enredo mais "pesado" e nada romântico. Tratou de mostrar a evolução de diversos personagens, tanto para melhor, quanto para pior. Ou pelo menos é o que a gente pensava, afinal em minhas meras conclusões, não existia bom e ruim nesse drama, existia interesses e sobrevivência. O Dae Gil, protagonista, é a prova de que você precisa evoluir de certa forma, para conseguir sobreviver. A cena mais emblemática do personagem para mim, foi dele comendo uma cobra, crua, em meio a sua fome desesperada. É pessoal "Love in the Moonlight" e "Moon Lovers" são romances "mela cueca" perto de Jackpot.
Para mim Jackpot e Moon Lovers estão empatados, tanto que eu queria colocar os dois na mesma posição, mas vou dar um desconto. Moon Lovers teve uma das fotografias mais lindas que eu já pude ver em dramas épicos e um dos cast's mais bem bolados e bonitos *se é que vocês me entendem*. Realmente o drama mereceu todo o feedback que recebeu, afinal muitos dorameiros começaram a se interessar mais pelo gênero de dramas de época e isso é muito bom, até porque sageuks são doramas em sua grande maioria muito ricos em história e com um enredo carregado de tudo e mais um pouco. Pontinhos especiais a Moon Lovers por ter feito os dorameiros darem uma chance aos dramas épicos.
Dramas emocionantes sempre ganham mais espaço nas minhas listas de final de ano. E não foi diferente com Marriage Contract, o drama que conta a estória de uma mãe que descobre estar muito doente e que precisava quitar uma dívida de seu falecido marido. Clichê? Sim! Mas o que vale muito apena acompanhar nesse drama foi a UEE, essa mulher esta ganhando cada vez mais espaço nas telinhas e com toda certeza mostrando o quão talentosa ela pode ser. Afinal ano passado foi uma mãe solteira e esse ano uma mãe em estado terminal. Putz UEE não acaba assim com o pessoal não *risos*.
The K2
The K2 foi um drama que eu realmente admirei esse ano, ele tinha um teor político e que a maioria dos dorameiros certamente evitaria. Porém quando se trata de Chang Wook não tem ninguém que não de uma chance e foi isso que me fez admira-lo, afinal o pessoal curtiu e muito um drama que poderia ter "flopado" muito. O enredo de K2 é aquele jogo de poder MARAVILHOSO que eu adoro acompanhar, o chamariz desse drama em questão foi a vilã, Yoo Jin, aos que a amaram #TamoJunto *risos*. A mulher era incrivelmente diva, não tinha como odiar essa personagem 100%, por mais que ela fizesse o que fazia, Yoo Jin era uma mulher de classe e que conseguia calar a boca de muito "barbudo" no dorama. 
O melhor flop desse ano, Back to 1989 para a surpresa de todos é um Tw-Drama, SIIIM pessoal um Tw no TOP 3. Ninguém deu atenção para esse drama e eu fiquei extremamente triste com isso, afinal "Refresh Man" não era aquela Coca-Cola toda e todos surtaram e quando eu quis apresentar Back to 1989, com um enredo muito bem construído e personagem tocantes e marcantes, ignoraram. Fiquei chateada mesmo, salvam-se algumas almas atenciosas que se propuseram a assistir e está comprovado o drama vale a pena. O comentário de um leitor vale mais do que mil palavras, apreciem.
Alma atenciosa S2 !
Remember *suspiro* ahh o que eu devo falar desse drama exatamente? Foram realmente poucos que acompanharam esse drama, por ele conter uma temática forte, o que o torna "desinteressante" aos românticos, afinal quem quer assistir um drama para desidratar de chorar não é mesmo. Mas a blogueira que vos fala se interessou pelo enredo tanto, que Remember se tornou o segundo preferido desse ano. A luta de um filho para conseguir livrar o seu pai de um crime que ele não havia cometido e posteriormente limpar o nome do mesmo. Foram lágrimas atrás de lágrimas e muitas incertezas nesse drama, um dos melhores vilões que já tive a chance de conhecer, protagonizado pelo lindo Goong Min e claro o show de interpretação do ator Seung Ho, mostrando que esta aí e não é para brincadeiras. O porque de eu ter colocado esse drama em segundo? Ah, simples! Eu tenho um certo "tombo" por temáticas fortes e emblemáticas e Remember se encaixou exatamente no que eu procurava, até porque nem só de comédias românticas viverás o homem. 
W foi o drama mais emblemático esse ano para mim. Como sabem eu dou bastante valor a dramas com  um enredo mais forte e maduro, exemplo prático, "Retrospectiva 2015" meu favorito foi "D-Day". Porém W não passa de um romance, MAS com um enredo único, original e sem comparações, talvez o mais impressionante para mim nesses mais de 100 doramas assistidos. Universos paralelos, casal maravilhoso, Jong Suk dando um show, enfim W não podia ser menos que o primeiro lugar para mim. Confesso que fiquei MEGA em dúvida entre W e Remember, mas o enredo único falou mais alto e cá estou, só elogios à esse drama. Muitos vão discordar de mim com relação a escolha do primeiro lugar, disso eu tenho certeza, afinal por conta do dorama ser inovador e cheio de questões, ficou confuso para alguns. Suas reviravoltas servem para você usar a sua própria imaginação e criar o final para esse drama, criar as teorias, criar praticamente tudo, o que provavelmente ninguém percebeu não é mesmo?
Drama que não gostei:
Moorim School
Moorim School tinha tudo para estar lá em cima, com o TOP 15, sério pessoal o enredo desse dorama era para ser um dos melhores do ano. Afinal mesclar artes marciais com magia, melhor dorama ever... Mas infelizmente nem tudo são rosas, como os que acompanharam o drama sabem a KBS resolveu reduzir a quantidade de episódios dele, o que resultou em uma grande meleca, Moorim School desandou em um nível, que eu seria incapaz de descrever sem usar palavrões. Infelizmente o drama já estava meio desgastado para mim quando vi que o meu shipp não ia rolar, eu acabei pegando ódio dos protagonistas, coisa que nunca aconteceu comigo, aí já viu né, nada mais me descia. O que eu pelo menos gostei foi o casal secundário. Eu fico me perguntando, do porque tiveram que estragar o dorama com o meu Bin? Fiquei muito triste com esse drama, talvez o mais decepcionante da minha vida.
Drama fofo/lindo:
Esse aqui foi uma recomendação da minha unnie Sarah e confesso não me arrependo de ter começado. Eu amei o casal, amei TUDO. Como é um drama de uma emissora desconhecida eu fiquei receosa de que não seria lá grandes coisas, mas não. Pessoal essa é aquela tipica comédia romântica gato e rato, mas que tem um "Q" a mais, o casal foi o que eu mais cheguei perto de shippar na vida real esse ano *risos*. One Percent of Something é um remake de um drama famoso com o mesmo nome, mas para quem não conhece, o enredo é o seguinte. O nosso protagonista é meio que obrigado a começar um relacionamento com a nossa mocinha, por intervenção do avô dele, que desejava mais do que tudo que ele se tornasse alguém mais humano e desse mais valor as coisas pequenas.
Drama gostei, mas não gostei:
Madame Antoine
Madame Antoine foi um drama que eu coloquei muitas expectativas sobre ele, eu amo a Han Ye Seul, tipo muito mesmo *risos*, então eu estava muito louca para ver ela nas telinhas novamente. Porém o drama não foi tudo isso, o que eu mais gostei sem medo nenhum de dizer foi o casal secundário, tirando isso o dorama foi meio que 6/10. 
Meu mini favorito:
Esse ano infelizmente eu não pude assistir tantos minis quanto eu queria, mas fiquei contente em ter assistido pelo menos Page Turner. Ele conta a história de superação de três adolescentes que tem algo em comum, o seu amor por piano. Eu amo piano, eu amo o Ji Soo e principalmente amo a Kim So Hyun, não tinha como não marcar esse drama em algum cantinho do meu post *risos*.
Casais marcantes:
Lee Young x Byung Yeon (Love in the Moonlight) - Bromance
Em questão de bromance eu acho que 2016 foi meio que fraco, os mais marcantes para mim foram claramente o de "Descendants of the Sun" e o de Love in the Moonlight, que ganhou um espacinho maior, afinal o meu Kwak Dong Yeon mais o Park Bo Gum eram mega fofos juntos... E aquele final entre os dois, não superei até agora.
Hye Jung X Soon Hee (Doctors) - Sismance
Sismance é uma categoria tão única que vocês só veem aqui *risos*. E esse ano eu fui agraciada com essas duas, eu shippava tanto elas, que vocês não tem noção. Era tão amorzinho a amizade delas que deixou qualquer bromance aí no chinelo, afinal elas me marcaram mais que qualquer outro casal. Estou sendo sincera.
Dae Young X Myung Joo  (Descendants of the Sun) - Secundário
Eu confesso que cogitei retirar "Descendants of the Sun" de tudo o que eu pudesse nessa minha retrospectiva, mas eu não consegui ignorar esses dois. Eu senti que se não colocasse eles eu me arrependeria muito, mas também quando fui analisar a lista de casais secundários de 2016. Realmente não tinha nenhum mais marcante que eles, o que me deixou bem triste, afinal eu sou mega cativada pelos casais de apoio.
Seung Jae X Hong Nan (Please Come Back Mister) - Impossível
Vocês já fizeram algum shipp muito louco? Então eu vi que a minha sanidade mental não estava muito bem quando comecei a shippar esses dois *risos*. Para ser bem sincera mesmo "Please come back mister" foi um drama totalmente carregado pela Hong Nan e o meu couple, dela com o Seung Jae. Eu assistia cada episódio na esperança de rolar um beijinho entre esses dois, fosse acidental ou não... Eu sei, eu sei, por isso eles são o casal impossível e ainda eu fiz questão de mudar a cor deles, só para diferenciar dos outros.
Kang Chul X Yeon Joo (W - Two Worlds)
Depois de escolher W como o drama do ano eu sinceramente não poderia esconder também que o casal foi o mais marcante, até porque W me trouxe muitas coisas boas e uma delas com toda certeza foi esses dois, eu achei que nunca mais shipparia o Jong Suk com ninguém além da diva Shin Hye. E eu estava totalmente errada, esse casal foi o meu preferido sem sombra de dúvidas, acho que é por conta desse amor que eu descobri recentemente pelo Jong Suk. 
Melhor OST TOP 3:
Alive - VIXX; (Moorim School)
Olha pessoal eu posso não ter gostado de Moorim School, mas tenho que assumir que a sua OST foi uma das mais marcantes para mim esse ano, tanto que quando pensei em pegar as minhas preferidas foi ela quem saiu primeiro. Não por eu ser Starlight assumida, mas pela letra ser tão bonita. Eu não disse que se Moorim School não tivesse se perdido ele seria um dos meus queridinhos? Ta aqui a prova!
"Sim, eu estou vivo. Olhe para mim atentamente. Irei me levantar, não importa quantas vezes" - Alive 
Cool - Key (SHINee) & Doyoung (NCT); (Force 38)
A OST que esta no meu celular até hoje... Cool me viciou em 2016 como Reset em 2015, sério pessoal não tem o que eu não goste nessa música. A letra combina perfeitamente com o dorama, algo bem provocativo e animado.
"100 batalhas, nenhuma derrota, uma lenda, esse sou eu." - Cool 
No Way - Park Yong In & Kwon Soon il (Urban Zakapa); (Doctors)
Confesso que eu comecei a gostar dessa OST totalmente sobre influência *risos*, eu não liguei muito para ela no dorama, só fui apreciar o conteúdo depois que Doctors havia acabado e a minha prima ficava cantando ela para mim *risos*. Então acabei meio que me apaixonando por No Way... Muito amor!
"Você é tudo na minha vida. Agora eu não consigo amar ninguém além de você" - No Way
PS: "Ai Arieta, mas nessa sua lista de OST não tem "Descendants of the Sun" nem "Moon Lovers", como assim?". E eu respondo, não coloquei a OST desses dois doramas porque eu não quis, simples. Não porque eu não gostei e não ache elas boas, mas porque nenhuma delas grudou em mim como as que eu citei e porque eu não gosto de dar atenção a algo que já tem atenção de sobra, eu gosto de fazer as minhas escolhas únicas.
Eu realmente espero que vocês tenham curtido a minha retrospectiva desse ano, como eu sempre digo esse é o meu TOP, então eu ficaria feliz em saber o de vocês nem que sejam apenas os 3 primeiros até o próximo post e beijinhos meus amadinhos.
Solar maravilhosa para finalizar o meu post do ano.

Leia também!

Retrospectiva Doramas 2016
4/ 5
Oleh

3 comentários

Tulis comentários
avatar
domingo, dezembro 18, 2016

Também fiquei muito triste em ver que Back to 1989 não teve tanta ênfase do público doramático como deveria, aliás, foi pela resenha dele que cheguei ao seu blog kkkkk(obrigado). Outra coisa, também fiz o shipp impossível de Please Come Back Mister (Seung Jae X Hong Nan) e fiquei extremamente triste de não haver um beijo entre eles.
Emfim, retrospectiva ótima. Vou dar aqui umas olhadas nas recomendações. Continue postando, mesmo que não me manifeste eu gosto muito do seus posts kkkkk.

Reply
avatar
segunda-feira, dezembro 19, 2016

Oie ^^, nossa mais um para a coleção de leitores queridos, fico extremamente feliz que foi a minha recomendação de Back to 1989 que te trouxe ao DD. Vou continuar sim com as recomendações e por favor quando puder comente ^^ me deixaria mais e mais motivada a escrever... Obrigada pelo comentário! Beijos e até a próxima!

Reply
avatar
Anônimo
domingo, março 26, 2017

Ver Moon Lovers em 6º e DOTS em 10º me fez duvidar um pouco da "qualidade" da lista, mas vou dar uma conferida nos demais acima pra ver se são tudo isso msm, apesar de duvidar mto :)

Reply